2020-10-17

Last edit

Added:

> == Personagens
> - [[Orishi]]
> - [[Sadie]]
> - [[Hagen]]
> == NPCs
> * Djason
> * Brielle
> * Irmã ???

Changed:

< - Arthur teria foi um dos últimos benefeitores do forte, construindo algumas de seuas últimas construções
< - O grupo sai para investigar...

to

> - Arthur teria foi um dos últimos bem feitores do forte, construindo algumas de suas últimas construções
> - O grupo espera até a noite para sair
> - Chegam ao cemitério próximo ao pôr do sol e avistam o tumulo
> - Hagen abre o portão
> - Na primeira sala o teto é incrustrado de pedras formando um mapa cósmico
> - Um globo com as inscrições Corcosa
> - Estantes com diversas estatuas e broches
> - A irmã reconhece como sendo de Arthur
> - O grupo segue investigando, encontram a tumba aberta de Arthur em uma sala com quadros
> - Seguem investigando e encontram uma gaiola com um papagaio decrepito
> - Ele tenta negociar sua liberdade
> - Hagen menciona a Key Stone, o papagaio reage e fala sobre o mestre
> - Orishi mantem o papagaio entretido, Hagen e Sadie seguem
para investigar
> - Encontram uma sala com barras de aço
> - Brielle encontra uma armadilha, mas não será capaz de desarmá-la
> - Na proxima sala encontram arthur, morto-vivo, parado
> - Haven tenta interagir, sem resposta, e passa por ele
> - Atrás uma sala com uma estátua


Personagens

NPCs

Reporte


Orishi

Era pra ser mais uma noite com os roncos de Haggen abafando os sons do mundo. A irmã Hilde nos acorda e pede atenção a gritos vindo dos mausoléus e fala sobre Arthur, um antigo mecena do forte. Irmã Greta nós acompanha a visita ao Mausoléu, encontramos uma construção perfeita e ao investigar encontramos um pássaro morto vivo aprisionado com a alma de um demônio que oferece tesouros pela liberdade. Em outra sala o corpo putrefato de Arthur está vagando pelas luxuosas salas. Descobrimos sobre Drazul e a criatura começa a dar seus gritos guturais. Combate… Mortos vivos avançam… São repelidos a marteladas… Próximo! Só eu fico vivo no fim de um combate insano… estabilizo a condição do anão que parece ter perdido um olho mas vai aguentar a elfa está mais grave e tento de tudo para estancar o sangue de uma artéria no pescoço que não para de jorrar, fico ensopado de sangue e quando estou no limite do meu conhecimento lembro que ferro quente pode selar aeteriad, acabo salvando a vida de todos quando se dá a chegada de Marheus, o clérigo, tarde demais e com tudo resolvido… Hahahaha Resolvermos o problema, parece que contivemos um mal maior do que conhecemos, mesmo que o preço seja alta e talvez Matheus queria levar esses louros eu e 4 dedos sabemos quem realmente sangrou e lutou até o fim. Próximo…